Our Archive

Welcome to your Archive. This is your all post. Edit or delete them, then start writing!

Fluir Bike >

Benefícios da cúrcuma nos esportes

Conhecer melhor a comida que consumimos é importante para entendermos o que estamos colocando para dentro do nosso corpo. Em uma mesma receita, são combinados diferentes alimentos e cada um deles é rico em substâncias que podem auxiliar ou não no seu treino. Até mesmo os temperos, muitas vezes esquecidos quando o assunto é nutrição, têm influência no seu organismo e, consequentemente, no seu desempenho.

Hoje falaremos da cúrcuma, também conhecida como açafrão da índia. Este tempero é rico em curcumina e possuiu efeitos antibacterianos, anti-inflamatórios, antioxidantes e também anticarcinogênicos, o que significa um auxílio na prevenção do câncer. Conversamos com a nutricionista Natalia Barros, que é especialista em saúde feminina e mestre em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), com aprimoramento em nutrição humana e metabolismo pela Stanford University/EUA.

1 – Como a cúrcuma pode ser benéfica para a prática de esportes?
Estudos mostraram que a suplementação de curcumina, substância presente na cúrcuma, aumenta a amplitude do movimento após três ou quatro dias do exercício de resistência, sugerindo que a suplementação de curcumina auxilia na recuperação muscular e na melhora da atividade cardíaca, aumentando, assim, o desempenho na atividade física.

2 – Quais atividades esportivas podem ser mais beneficiadas pelos efeitos da cúrcuma no organismo?
Segundo a nutricionista, devido à atividade anti-inflamatória da curcumina no organismo, é possível notar que ela auxilia na recuperação do músculo após o exercício físico e no desempenho da atividade cardíaca, permitindo aumento da carga utilizada e melhor condicionamento físico. Sendo assim, tanto exercícios de resistência quanto os aeróbicos serão beneficiados com essa suplementação.

3 – Quais doses são indicadas e em qual frequência?
Atualmente, não existem estudos conclusivos para uma dose específica, afirma Natalia. Diferentes avaliações foram feitas apenas para determinar os efeitos da suplementação de curcumina com diferentes doses, os quais foram amplamente benéficos para as diferentes ações dessa substância: efeito antioxidante, aumento do rendimento no esporte e redução da inflamação. Hoje os estudos só conseguem avaliar que, após certa quantidade de curcumina suplementada, ela apresenta efeitos negativos, mas ainda não existe uma dose limite. Isso porque a ingestão de alguns gramas de curcumina implica em concentrações muito baixas no sangue.

4 – Para quem ainda não está acostumado a incluir o tempero na rotina alimentar, quais pratos que consumimos no dia a dia podem levar cúrcuma?
A nutricionista indica o uso da cúrcuma em legumes e verduras cozidos ou assados, carnes vermelhas, frango, peixes, molhos, sopas e até no arroz (na água do cozimento). A cúrcuma tem um sabor levemente picante e acentua o sabor desses ingredientes.

5 – Há alguma contraindicação da cúrcuma?
Por enquanto, não existem estudos que comprovem uma contraindicação da ingestão de cúrcuma, segundo Natalia Barros. O que foi avaliado foram as suas quantidades administradas em diferentes estudos, ou seja, quais as doses interessantes para cada caso e seus efeitos. Com isso, foi possível perceber que existe um momento em que a dosagem de curcumina administrada para um objetivo específico se torna prejudicial ao organismo, ou até mesmo apresenta efeito contrário. Sendo assim, a contraindicação se encontra na suplementação (pois são administradas maiores quantidades do que a ingestão do alimento in natura): gestantes, lactantes, pessoas com problemas gastrointestinais, doenças graves ou alergia à curcumina.

6 – Há algum tipo ou variação da cúrcuma que seja preferível?
A curcumina é extraída do rizoma da planta Curcuma longa (ou cúrcuma ou açafrão da terra), e, em geral, apresenta efeitos benéficos para diferentes casos, como a melhora no desempenho da atividade física e a ação antioxidante. O que foi evidenciado pelos estudos foram suas quantidades, ou seja, diferentes doses para diferentes casos podem ser interessantes. Sobre as variações da cúrcuma, têm-se somente avaliações dos teores de curcumina encontrados no rizoma de diferentes plantações, segundo a especialista.

Read More